[em curso] Instalação de parque fotovoltaico, em Avelar

Instalação de parque fotovoltaico em curso

Bernardo Mendonça, Regional Industrial Manager na Leca Internacional e gestor do projeto, explica em entrevista como será usada a energia e sublinha os benefícios ambientais desta iniciativa. 

Apostar em energia verde e, simultaneamente, reduzir o consumo elétrico da rede. São estes os dois grandes objetivos do projeto para a instalação de um total de 2222 módulos fotovoltaicos na fábrica em Avelar da Leca Portugal SA.


A Leca Portugal SA tem em curso um projeto para a instalação de painéis fotovoltaicos para a produção de energia elétrica na fábrica de Avelar. Pode detalhar um pouco em que consiste o projeto?

O projeto consiste na instalação de um parque fotovoltaico na Leca Portugal SA para produção de eletricidade em regime de autoconsumo. Assim, a energia produzida será quase toda utilizada pela fábrica de Avelar. Os excedentes de produção, que estimamos serem cerca de 3,5% do produzido, serão injetados na rede elétrica.

A nova central fotovoltaica será composta por 2222 módulos fotovoltaicos instalados nos terrenos da própria fábrica. A área total cedida para este projeto é de cerca de 1 ha, onde a área ocupada pelos painéis corresponde a 6666 m².


Em termos de objetivos, quais são as grandes metas traçadas para este projeto? 

O principal objetivo é a redução do consumo elétrico da rede. Para além dos benefícios económicos de obtenção de energia a custo mais baixo, o projeto contribui também para a redução do consumo de energia elétrica de origem fóssil, bem como para a utilização de uma fonte de energia endógena.

Energia produzida corresponderá a cerca de 25% das necessidades elétricas anuais da fábrica. 


Referiu que a energia elétrica que será produzida destina-se quase na totalidade ao autoconsumo na fábrica da Leca Portugal SA. Em que medida irá suprir as necessidades energéticas da unidade de produção?

Temos de ter em conta que a unidade fabril trabalha 24 horas, ou seja, em períodos em que não há sol. Além disso, no inverno a produção de energia será insuficiente, dado que os períodos de insolação serão menores. Considerando estes fatores, as simulações realizadas permitem-nos estimar que a energia elétrica produzida corresponderá sensivelmente a 25% do total consumido pela Leca Portugal SA. Gostaria ainda de salientar que a produção fotovoltaica decorrerá durante o dia. Isto significa que o parque fotovoltaico permitirá uma redução do consumo da energia da rede nos períodos em que esta é mais cara. 


Do ponto de vista ambiental, qual é o impacto de um projeto deste tipo? 

A produção de energia fotovoltaica e a sua utilização num local adjacente irá retirar carga da rede elétrica, beneficiando toda a região, reduzindo as perdas elétricas no transporte de eletricidade e, principalmente, contribuindo para a redução dos gases com efeito de estufa, visto que esta energia é 100% reciclável. Trata-se, por isso, de um projeto ambientalmente sustentável e que contribui positivamente para o ambiente.

Projeto evitará a emissão anual de 1105 toneladas de gases com efeito de estufa.


De que forma a iniciativa encaixa no objetivo da Saint-Gobain para, até 2025, reduzir em 20% as emissões de CO2 e atingir a neutralidade carbónica até 2050?

O objetivo da Saint-Gobain é muito ambicioso. Este será um dos passos para a redução dos gases de efeito de estufa que a fábrica de Avelar quer implementar em 2021. A redução das emissões de CO2 com este projeto é estimada em cerca de 1105 toneladas de dióxido de carbono ao ano.


Além da Leca Portugal SA, quais são as entidades envolvidas no projeto e qual é o investimento estimado para a sua execução? 

O investimento total da instalação será de cerca de 600 mil euros, tendo a Leca Portugal SA contado com os seus parceiros Reenergy e Bluemint na execução e financiamento, respetivamente.